Quinta, 21 de junho de 2018
67 999069758
Geral

09/08/2016 ás 04h46 - atualizada em 09/08/2016 ás 04h52

668

Fabrício Vieira

Teresina / PI

Queimadas aumentaram em 127% somente este ano aponta dados do Sigo.
Os atendimentos de combates a incêndios em Mato Grosso do Sul cresceram 127% de janeiro a julho deste ano se comparados ao mesmo período do ano passado.
Queimadas aumentaram em 127% somente este ano aponta dados do Sigo.
Internet

Dados do Sistema Integrado de Gestão Operacional (Sigo), da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), revelam que o Corpo de Bombeiros do Estado fez um total de 1966 atendimentos em 2015, sendo que em 2016 esse número já chegou a 1534.



“Mantenha os terrenos limpos e capinados, não coloque fogo na vegetação e nos amontoados de lixo, ensacar o lixo para a empresa de coleta recolher ou contratar caçamba, não jogue ponta de cigarro acesa na vegetação e nem na beira de rodovias, não solte balões e não acenda fogueiras próximo à vegetações”, são algumas dicas que o Assessor de Comunicação do Corpo de Bombeiros Militar, tenente-coronel Robinson Moreira, pede a população.



Os incêndios colocam em risco as edificações próximas, residências, comércios, unidades de saúde, postos de combustíveis, escolas e outros, prejudicando a qualidade do ar, causando o aumento de doenças respiratórias, colocando em riscos as linhas de transmissão de energia e telefônicas e prejudicando o tráfego rodoviário e aéreo, podendo provocar acidentes graves, além de destruir o ecossistema, matando animais silvestres e queimando matas e florestas.


FONTE: Internet

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Mais lidas
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium