contador de visitantes
Sábado, 23 de setembro de 201723/9/2017
67 981813406
Muito nublado
19º
27º
34º
Maracaju - MS
dólar R$ 3,12
euro R$ 3,73
CIDADES
Escuridão em trecho urbano da BR-163 revolta douradenses.
Dourados no escuro preocupa população
Alessandro Pereira Dias Maracaju - MS
Postada em 18/08/2017 ás 13h31 - atualizada em 18/08/2017 ás 19h31
Escuridão em trecho urbano da BR-163 revolta douradenses.

Escuridão na BR-163 em Dourados

A falta de iluminação na BR-163 entre os trevos da Bandeira e do Parque de Exposições João Humberto de Carvalho, em Dourados, é um dos grandes fatores de insegurança dos moradores da região. É intensa a circulação de veículos leves e pesados e pedestres nesse trecho, que tem cerca de 10km. Além dos riscos de acidentes, o cenário é ideal para assaltos e outros atos de violência que apavoram a comunidade, sobretudo os estudantes e trabalhadores do período noturno.


Apreensivos, no ano passado os douradenses pediram ao deputado estadual George Takimoto (PDT) que cobrasse providências das autoridades. Em dezembro de 2016 Takimoto entrou com a Indicação (protocolo 04341 na Assembleia Legislativa) pedindo às autoridades do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o superintendente regional Thiago Carim Bucker e o chefe da Unidade de Dourados, Marco Antônio Madruga de Oliveira, a iluminação do trecho de rodovia administrado pelo governo federal.


Passados oito meses, o problema não foi resolvido, embora o órgão federal tenha assumido o compromisso de tomar as providências cabíveis. Takimoto voltou à carga várias vezes, preocupado com a quantidade de acidentes e os riscos que afligem os usuários daquele trecho da rodovia.


Num corredor agitado de entrada e saída de Dourados para outras cidades e ramais rodoviários, o tráfego é intenso e permanente, com muitos caminhões e veículos de grande porte. A via, sob escuridão, está entre as mais perigosas da cidade, localizada dentro do perímetro urbano e onde as frotas pesadas se misturam aos veículos leves. Só no entorno desse trecho moram cerca de 20 mil pessoas em mais de 20 núcleos habitacionais.


“São vidas humanas correndo sério risco. Pessoas que precisam usar essa via para trabalhar, estudar, visitar familiares, praticar esportes e têm sua integridade física sob risco permanente. A iluminação publica deveria ser executada juntamente com a rodovia porque o projeto prevê a expansão urbana em investimentos desse porte em áreas urbanas”, enfatizou Takimoto.


 

FONTE: Internet
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

Publicidade

Facebook

Publicidade

Publicidade

Mais lidas do mês

Publicidade

Enquete
Se as eleições presidenciais do Brasil fossem hoje, em quem você votaria?

Bolsonaro
55 votos - 47.8%

Tiririca
26 votos - 22.6%

Lula
18 votos - 15.7%

Ciro Gomes
16 votos - 13.9%

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium