contador de acessos
Sábado, 18 de novembro de 201718/11/2017
67 999069758
Nublado
21º
23º
26º
Maracaju - MS
Erro ao processar!
Curso de Hipnose
ENTRETENIMENTO
Brad Pitt é condenado a pagar 565 mil euros por fazer empresa francesa falir.
A decisão foi tomada em abril, mas revelada só agora.
Alessandro Pereira Dias Maracaju - MS
Postada em 18/08/2017 ás 14h01 - atualizada em 18/08/2017 ás 20h01
Brad Pitt é condenado a pagar 565 mil euros por fazer empresa francesa falir.

Brad Pitt Condenado por fazer empresa falir na frança.

O ator Brad Pitt foi condenado em Paris a pagar 565 mil euros à artista plástica francesa Odile Soudant por causa de um pagamento que ele não fez e que provocou a quebra da empresa dela, uma decisão judicial de 19 de abril revelada nesta quinta-feira pelo jornal “Libération”.


Em 2008, o astro adquiriu o Chateau Miraval, na Provença, no sudeste da França, com Angeline Jolie, com quem foi casado. Segundo o “Libération”, o casal desembolsou US$ 45 milhões de euros (R$ 166 milhões) através de “uma escusa empresa de fachada luxemburguesa” encarregada da gestão da propriedade.


Grande apaixonado por arquitetura, Pitt começou a remodelar a mansão pouco depois da compra e em 2010 entrou em contato com Odile, conhecida por ter trabalhado junto ao célebre arquiteto Jean Nouvel, para fazer a parte da iluminação.


Os trabalhos de reforma aconteceram sem problemas por três anos até que o ator se interessou pelos altos gastos e pelos recorrentes atrasos. De acordo com o jornal, a empresa de Luxemburgo culpou Odile e então que o ator deu ordens para suspender os pagamentos à empresa da francesa, cuja faturamento dependia em quase 70% das obras na mansão.


“As minhas contas bancárias estão no limite. Não posso mais utilizar o meu cartão de crédito e a minha empresa a ponto de quebrar. Não peço que pague tudo, mas pelo menos uma parte”, advertiu ela ao ator antes de a empresa falir.


Após três anos de batalha legal, a Justiça francesa deu razão à artistas plástica ao afirmar que os atrasos não eram atribuíveis somente a ela. A decisão, no entanto, não representa o fim do litígio entre os dois, já que a artista acredita que Pitt tem se apropriado ilicitamente dos seus direitos de autor, pois exige como própria a concessão da iluminação dos cômodos, enquanto ela considera que a obra é uma criação original e exclusiva, protegida por lei.


Uma possibilidade que os advogados do ator rejeitam afirmando que a mansão é um lugar “privado” onde não se aplica este regulamento, mas que a defesa da artista diz que ele utilizou a iluminação como cenário para uma campanha da marca Guerlain.


Sistema Gerenciamento de Sindicato

FONTE: Internet
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
102

Publicidade

Facebook

Publicidade

como conquistar a mulher dos seus sonhos.

Publicidade

Publicidade

Enquete
Se as eleições presidenciais do Brasil fossem hoje, em quem você votaria?

Bolsonaro
61 votos - 44.5%

Tiririca
39 votos - 28.5%

Lula
20 votos - 14.6%

Ciro Gomes
17 votos - 12.4%

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium